quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Dois jogos a caminho do céu ou do inferno

Por: Sabrina Machado

O até então líder Palmeiras está deixando a sua torcida de orelha em pé. O time de Muricy Ramalho não consegue uma vitória há quatro partidas, em contrapartida, adversários diretos na briga pelo caneco estão encontrando as vitórias. Doze pontos disputados e três pontos conquistados não são sinônimos de equipe campeã.

Mas tudo pode mudar. O Verdão tem duas partidas fundamentais para embalar e fundamentar a liderança do Brasileirão. Sábado, diante do Internacional, será o primeiro desafio do desfalcado Palmeiras. Além de Marcos e Edmílson, que estão no departamento médico, Marcão, Maurício Ramos e o Pierre estão suspensos. A boa notícia é a volta de Diego Souza e Wendel.

O técnico palmeirense não se cansa de dizer que em campeonato de pontos corridos quem tem melhor elenco se consagra campeão. E, mesmo, sem ter o melhor plantel de jogadores do Brasileirão, Muricy está conseguindo armar o time com consistência. Ontem, apesar da derrota para o Coritiba, o Palmeiras conseguiu em muitos momentos jogar melhor que o adversário e poderia até ter conseguido os três pontos.

O próximo sábado e o outro domingo serão decisivos para o time palmeirense demonstrar a que veio. Se vencer a ameaça colorada e a ameaça “jasão-paulina”, a equipe dará um grande passo para provar que o gás não acabou e de que cavalo paraguaio é coisa de outros times.

A torcida palmeirense anda desconfiada, e não é com o treinador, que está apenas iniciando o seu trabalho, mas com a “maldição do Palestra”, com a recuperação tricolor e, principalmente, com o desempenho do time jogando contra equipes bem postadas defensivamente.

O Palmeiras tem um ótimo time e tudo para brigar pelo título do Brasileirão, mas precisa provar dentro de campo. E os famosos jogos de seis pontos podem trazer a confiança da torcida de volta ou encher as bancas de jornal com manchetes de cavalo paraguaio.

Imagem:
Getty images

4 comentários:

Rafael Zito disse...

Não considero o Palmeiras um cavalo paraguaio. O problema do Verdão é q o time é regular e o elenco é fraco!

O Palmeiras eh um time q centraliza mto o jogo. Isso acontece pq a equipe nao tem jogadas pelos lados, na verdade, as opções pelos lados são fracas.

Se for pra comparar o Palmeiras com algum animal seria com um coelho... aqles coelhos de provas de atletismo... o time q puxa o ritmo da prova, mas q nao tem folego pra ganhar.

Bjo pra vc Sassá.

Douglas Nunes disse...

O Palmeiras já está começando a vacilar no campeonato e a historia recente mostra que nao se pode fzer isso em um campeonato com o São Paulo.

Se o Palestra nao se reerguer rapido tem tudo para entregar o titulo, mas nao deva ser um cavalo paraguaio pois deve pegar pelo menos uma vaga na libertadores.

abraços

visitem
http://www.futpaixaoearte.blogspot.com/

Rafaela Andrade disse...

Hum... o Palmeiras tem altos e baixos, é um time muito inconstante.

Ramon Lopes disse...

olá amigos do Jornalismo Esportivo.
Achei muito interessante o blog de vocês e queria saber se não podemos firmar uma parceria para troca de links.

Aguardo resposta,
FUTMG- ramonlamaslopes@bol.com.br

futmg.blogspot.com

BlogBlogs.Com.Br