sexta-feira, 18 de abril de 2008

Os prováveis duelos táticos do Choque-Rei

Por: Rafael Zito


Neste domingo, Palmeiras e São Paulo definem quem será o finalista do Paulistão. O jogo tem tudo para ser interessante e emocionante como foi na semana passada, no Morumbi. Querendo ou não, a suspensão do volante Pierre foi benéfica para o Palmeiras. Sem o jogador, o técnico Vanderlei Luxemburgo terá a possibilidade de surpreender o treinador rival.

Analisando com os fatos recentes, o treinador do Verdão tem duas possibilidades, digamos que, prováveis. A primeira dela é a colocação do volante Martinez, mantendo o padrão tático adotado desde que o time engrenou na temporada. A segunda opção seria a entrada do atacante Denílson, forçando o recuo de Diego Souza para formar a dupla de volantes com Léo Lima, deixando Valdívia com a obrigação de municiar o ataque.

Considero a segunda opção a mais indicada e, se tratando de Luxemburgo, a mais provável. Luxemburgo pode ser contestado por suas posturas fora de campo, mas dentro das quatro linhas é um fator diferencial que o Palmeiras tem a seu favor. Caso opte pela entrada de Martinez, o comandante palmeirense estará fazendo uma troca convencional de um volante por outro e a marcação imposta por Muricy Ramalho, no primeiro jogo, voltaria a se encaixar perfeitamente. Colocando o Denílson, Luxemburgo estaria balançando as estruturas do plano tático Tricolor, forçando no mínimo que o planejado pelo treinador são-paulino seja repensado.

O São Paulo deve ir a campo com o trio de zagueiros formado por Alex Silva, André Dias e Miranda; os cinco jogadores do meio-campo seriam Joílson, pela direita, Hernanes e Fábio Santos, os volantes, Junior, pela esquerda; e Jorge Wagner como meia-ofensivo; com Dagoberto e Adriano, no ataque. Se o Palmeiras mantiver o padrão tático da primeira partida, teremos novamente duelos individuais interessantes, sendo que Muricy Ramalho já provou que dentro desse sistema consegue neutralizar os principais jogadores do Alviverde. No entanto, cada partida tem sua história e o Palmeiras, pela qualidade de seus jogadores, pode superar o São Paulo mesmo se mantiver seu esquema.

Acredito que Muricy deva colocar Hernanes para marcar Valdívia, por ser mais leve e veloz do que Fábio Santos, que ficaria encarregado de neutralizar Diego Souza. Alex Silva pegaria Kleber e Miranda o Alex Mineiro, deixando André Dias na sobra. Joílson e Junior esperariam os avanços de Leandro e Elder Granja, respectivamente. Jorge Wagner colaria em Léo Lima e Dagoberto ficaria com Martinez. Na hipótese de Luxemburgo sair do convencional, com a escalação de Denílson, pressionando o São Paulo desde o início, sufocando o Tricolor no seu campo defensivo, poderia criar uma situação no qual o time são-paulino não tenha tempo para reformular esse plano tático.

Com um trio ofensivo, composto por Denílson, aberto pela esquerda, Kleber, pela direita e Alex Mineiro centralizado, Luxemburgo forçaria Muricy a abrir mão do esquema com três zagueiros, obrigando-o a forma uma linha defensiva com quatro. Se repetir o que fez no jogo de ida, a partir da entrada de Lenny e Denílson, Muricy colocaria André Dias pela direita para marcar Denílson, Junior ficaria responsável por Kleber e Alex Silva e Miranda se revezariam na marcação de Alex Mineiro. Muricy sabe que Junior não tem como ponto forte a marcação, sendo assim, talvez tivesse de deslocar Fábio Santos para exercer a marcação sobre Kleber, abrindo espaço para Diego Souza jogar, já que Valdívia seguiria sendo perseguido por Hernanes. Caso Jorge Wagner recue para marcar Diego Souza, a liberdade seria dada a Léo Lima.

No primeiro jogo o São Paulo impôs ao Palmeiras sua proposta de jogo, agora, cabe ao Palmeiras reverter essa situação, ter um diferencial, apresentar algo novo. A meu ver, o Palmeiras continua sendo a equipe com maiores possibilidades de avançar para a final, mas, se for burocrático e aceitar passivamente a marcação, o São Paulo leva a parada.

Imagem:
http://img149.imageshack.us/img149/7125/quecampomaiscansadogv0.jpg

Um comentário:

Silvio Segundo disse...

Nossa...Estaria nascendo aqui um novo PVC?

Hahuahuah ...

Bom post e belíssima análise tática dos times...

Uma boa explicação das possibilidades e provavelmente do que vamos ver no domingo.

Gostei muito Rafa...

Agora usa todo esse conhecimento de tática e tenta fazer uma para neutralizar meu time no WE contra vc hauahuah...

Falow...abraço!!!

BlogBlogs.Com.Br