domingo, 20 de abril de 2008

“Foi um tapa de amizade, só isso”

Por: Sabrina Machado

Sem querer gerar polêmica, o mago Valdívia declara que não teve maldade no tapa do Rogério Ceni. Meu caro leitor, eu concordo, não foi nada demais.

Maldade foi ele ter se movimentado, dominado o meio-campo e ter causado cartões para os rivais. Maldade foi a comemoração do craque palmeirense que “humilhou” os jogadores são-paulinos dançando e fazendo sinal de silêncio. Rá?!

Falo desse fato, mas nada disso vem ao caso.

O que vem ao caso foi a atuação do Palmeiras perante a equipe que conseguiu neutralizar um dos melhores sistema ofensivo de times brasileiros. Essa nova postura do time alviverde fez com que deixasse o São Paulo sem rumo.

A começar pelo goleiro artilheiro que falhou no primeiro gol. A marcação do zagueiro Henrique no imperador foi impecável, o back palestrino conseguiu anular o melhor atacante do campeonato, na minha modesta opinião.

O Marcos voltou aos bons tempos, e que tempos! Leandro e Elder demonstraram segurança na marcação e apoiaram quando necessário.

Mas sabe o que mais me impressionou?

Foi o segundo gol do Palestra. O Wendel, que entrou no segundo tempo, arrancou em um contra-ataque após uma jogada de Lenny, e ele teve a chance de marcar o seu primeiro gol com a camisa verde, mas não, preferiu passar a bola para o mago, pois estava mais bem colocado, e sim, calou os são-paulinos.

Se fosse comigo, Ceni, também levaria um tapa!

Imagem:
Eduardo Knnap / Folha Imagem

5 comentários:

Anônimo disse...

Infelizmente, tenho que concordar que foi apenas um tapa de amizade, a partir do momento em que jogo virou guerra ao fim do Segundo tempo, posso nao fazer parte dessa corrente alviverde mais foi merecido ver um time orgulhso buscar seus objetivos tendo que se rebaixar e pedir por um único impedimento... jamais imaginaria presenciar tal coisa.
Um tapa não, mais uma forma de se conformar e agradeçer pelo tempo perdido enquanto havia jeito.

Rafael Zito disse...

1° Jogo - André dias = um monstro
2° Jogo - '' = um criminoso

a pancada q deu no valdivia eh algo lamentavel... hj digo q o chileno nao foi desrespeitoso e sim jogou um futebol arte q vem jogando. O futebol hj em dia estah uma grande frescura... nao se pode comemorar mais... nem brincar...

Sou contra humilhações, coisa q jah repreendi do chileno. Mas dessa vez nao houve nd.

Parabens aos Palmeirenses. Avançou com todos os méritos pela campanha q fez.

Porem, neste segunda pattida, acho q foi mais o SP q perdeu do q o Palmeiras q venceu.

Fica uma pergunta, principalmente pq sou expert nisso e sigo pra minha vida.

Qndo alguma estrategia se mostra eficiente como vc deve se cmportar futuramente qndo se defronta com a msm situação? repeti-la ou altera-la? Muricy mudou o q tinha dado certo e quebrou a cara.

O Culto disse...

Sá!! Demorei mas estou aqui para comentar neste Blog!!! rs
Apesar de não torcer nem para Palmeiras e nem para o São Paulo,e nem entender de futebol, acabei assistindo o jogo de ontem!!
Foi merecida a vitória do verdão, mesmo pq eu não gosto do Ceni!! rs

Beijos!!

Lívia Lima disse...

Pra mim o melhor da partida foi o frango do Rogério Ceni....e isso tapa nenhum resolveu....rsrsrs

Brincadeiras à parte, o Palmeiras jogou melhor, parecia que o São Paulo nem estava em uma decisão....

Mas agora é Ponte!!!!!!!!rsrsrs

bjs

Lucas Renato disse...

Sá, é o seguinte: esse Campeonato Paulista tá mais longo que 8 meses de Brasileirão!

E sá, palavras não serão suficientes pra falar o que eu passei ontem, então só digo que foi, sem dúvida, o dia de maior angústia da minha vida como palmeirense. 45 minutos pareciam três anos.

Ontem, superou meu sofrimento de 93e 99. Mas não terminou, a Ponte vai ser difícil mesmo.

Beijos.

BlogBlogs.Com.Br