terça-feira, 29 de junho de 2010

11h05min

Por: Felipe Simi


Cinco sets, 183 games, 980 pontos, 216 aces. Junte esses números, e você terá algumas estatísticas do que aconteceu semana passada na quadra 18 do All England Club, em Londres, na Inglaterra. Não era a final, mas, logo na primeira rodada do Torneio de Wimbledon, John Isner e Nicolas Mahut entraram para a história do tênis.

É que eles tiveram que recomeçar o mesmo jogo na mesma quadra duas vezes em três dias. Isto é, a partida tinha começado normalmente há sete dias, mas foi interrompida duas vezes por falta de luz natural e, depois de quebrar sete recordes e fazer pifar até o placar eletrônico, só acabou às 12h48min da última quinta-feira.

O último game consagrou o norte-americano, que, mesmo exausto, encaixou uma passada na paralela, quebrou o saque do francês e fechou o jogo em 4/6, 6/3, 7/6, 6/7 e 70/68. “Essa partida não existe”, disse, através do Twitter, o compatriota dele, Andy Roddick. “Que loucura!”, chegou a postar o argentino Juan Monaco.

Coisas do esporte
No dia seguinte, Isner foi eliminado em apenas 73 minutos.


Imagem: Alastair Grant-AP Photo

3 comentários:

Lucas Renato disse...

Cara...

No segundo dia, eu li o seguinte no UOL Esporte:

"Jogo interrompido no quinto set, o placar 59 a 59".

Eu não acreditei, não acreditei mesmo. Fui confirmar no Globoesporte.com:

"Jogo interrompido após 10 horas de partida"

Eu segui não acreditando, voltei no UOL e me convenci.

Um absurdo, épico, heróico. Eles entraram para a história.

Leonardo Valejo disse...

Durante o jogo os tenistas deviam estar pensando: "Se eu ganhar essa, o seguinte vou ser destruído. Mas dane-se. Vou entrar no Guiness."

Gostei do seu blog e coloquei ele em minha lista no meu blog. Gostaria se você fizesse o mesmo. Se puder, agradeço.

Abraço
Leonardo Valejo
www.maratonaesportiva.blogspot.com

NUTRIÇÃO TOTAL disse...

Bom! leia meu blog também...
http://www.nutricaototalsuplementar.blogspot.com/

BlogBlogs.Com.Br