quarta-feira, 15 de abril de 2009

“Tenho que estar feliz por poder entrar em campo”, diz zagueiro Luciano

Por: Marcelo Braga

Após o acidente ocorrido em janeiro, com o ônibus do Brasil de Pelotas, que vitimou dois jogadores do clube - o zagueiro Régis e o ídolo Cláudio Milar, além do treinador de goleiros Giovani Guimarães – a diretoria do clube correu atrás de jogadores para disputar o Campeonato Gaúcho.

Contratado neste período, o zagueiro Luciano Silva da Silva, de 21 anos, diz que cresceu muito como pessoa. “Cada vez que tenho condições de entrar em campo tenho que estar feliz. Ao ver o volante Edu, que perdeu todo o músculo posterior da coxa no acidente, tenho que me sentir bem por poder estar em campo. Foi uma grande experiência de vida”, comentou.

Após iniciar a competição com atraso, o clube conseguiu montar uma equipe competitiva, mas após oito rodadas acumulou cinco derrotas e três empates – sendo rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Gaúcho. “Já era previsto. Nós começávamos bem as partidas, mas como estávamos mal fisicamente perdíamos a maioria dos jogos no segundo tempo”, explicou.

Mesmo com o rebaixamento, Luciano afirma que a torcida Xavante foi bastante compreensiva com o elenco, o que lhe fez criar um carinho pelo clube. “Eles ficaram contentes com a nossa doação em campo. Todos nós demos o melhor pelo clube, mas não vencíamos por falta de perna”, disse.

Após o término da competição, o zagueiro revelado pelo Internacional (RS) e que tem passagens por União de Mogi das Cruzes e Bragantino, espera poder retornar ao clube no futuro breve. “Tenho muita gratidão por todos. Queria voltar para ajudá-los na disputa da Série C do Brasileirão. Mas vamos ver o que acontece”, finalizou.

Imagens:
Divulgação

5 comentários:

Persio Presotto disse...

muito bom, mestre zito! belo depoimento do rapaz. parabéns! pp

Esteban disse...

outra vez na violencia en el futebol?

Persio Presotto disse...

Zito, recebeu meu e-mail???
PP

Felipe Simi disse...

Marcelo,

Grande entrevista. E parabéns, sobretudo, pelo espaço que abriu ao Brasil de Pelotas. É a 3ª vez, desde o acidente, que este blog dá voz aos personagens dessa história - que, esperamos, tenha um final feliz.

Abraços.

gerson disse...

Muito bom mesmo.
A participação do Brasil foi triste. O time lutava mas não tinha perna mesmo. era praticamente impossível manter-se na série A.Infelizmente, so conseguiu vencer na última rodada.

BlogBlogs.Com.Br