segunda-feira, 13 de abril de 2009

Do saibro de Mônaco

Por: Felipe Simi


22 dias depois, Rafael Nadal e Andy Murray se reencontraram. Neste domingo, em frente ao palácio real de Mônaco e sob o olhar do príncipe Albert II, os dois tenistas, finalistas do último Masters 1000, em Indian Wells – vencido em 1h20min pelo espanhol por 2 sets a 0 -, disputaram uma partida exibição que inaugurou a temporada de saibro neste ano.

O primeiro torneio será em Monte Carlo, e começa já nesta semana. O formato é inovador, “descartável” – já que quem não participar ou for mal não perderá pontos no ranking. Mesmo assim, Nadal (1º) e Murray (4º) terão de dividir as atenções com Juan Martin Del Potro (5º), Novak Djokovic (3º) e Roger Federer (2º). Roddick, Blake e Tsonga estão fora.

Enquanto isso, nos Estados Unidos
Um ex-líder da ATP se reencontrava com os títulos. Aos 28 anos e depois de duas temporadas ‘na seca’, Lleyton Hewitt (88º) ganhou pela primeira vez o ATP de Houston. Foi o 27º título da carreira do australiano, que, agora, chega a Monte Carlo mais motivado. Afinal, não triunfava no saibro há dez anos – a última vez tinha sido em maio de 1999.




Imagens:
Nadal e Murray - Lionel Cironneau/AP
Hewitt - Pat Sullivan/AP

2 comentários:

Persio Presotto disse...

Simi, meu velho, perdoai este analfabeto, mas não manjo nada de tênis. Só de Kichute rsrsrs Gostei muito da foto! Linda! Abração, PP

CALIGULA disse...

Vamos con Del Potro aunque sabemos de sus pocas posibilidades.

Abrazo Zito

BlogBlogs.Com.Br