domingo, 7 de dezembro de 2008

Hexacampeão com justiça e merecimento

Por: Rafael ZitoApós a vitória sobre o Goiás, por 1 a 0, o São Paulo sagrou-se hexacampeão brasileiro, sendo que, com o terceiro título consecutivo. Entretanto, em 2008, a taça teve um gostinho diferente, já que o clube teve que correr atrás das equipes que disputavam a ponta da tabela. Depois da segunda rodada do returno, quando o Tricolor paulista chegou a ficar com 11 pontos em desvantagem do, até então, líder Grêmio, poucos acreditavam que o São Paulo chegaria em dezembro levantando o troféu do Brasileirão, o que acabou acontecendo no final da tarde deste domingo.

Não dá para tirar os méritos de um clube que, apesar de ainda cometer seus erros, é o mais organizado e planejado do futebol brasileiro. Um clube auto-sustentável. Uma agremiação que não depende de patrocinadores e nem de fundo de investimentos para traçar seus planos. Um clube que tem que ser encarado como uma referência. Apesar de tudo isso, neste Brasileirão os comandados do técnico Muricy Ramalho precisam agradecer os incompetentes que estiveram na frente da tabela o campeonato todo e fracassaram no momento decisivo. Palmeiras, Flamengo e Cruzeiro merecem um prêmio pela incrível incapacidade que demonstraram. Tiro o Grêmio desta turma porque dentre eles é o clube com menores condições de investimento e que ninguém dava nada por ele quando a competição teve início no mês de maio.

Depois da partida, ouvindo a entrevista do técnico campeão, Muricy estava dizendo que atualmente no futebol brasileiro o time que erra menos acaba ganhando e que nesse ano o São Paulo errou mais do que devia. Por isso, estavam em débito com o torcedor. Se o São Paulo vacilou bastante o que dizer de Palmeiras, Flamengo e Cruzeiro? É novamente na hora que o campeonato afunilou a estrutura do Tricolor se fez presente. Parabéns ao São Paulo, legítimo campeão brasileiro de 2008.

Decepção em São Januário

Queria expressar a minha tristeza por ver o Vasco da Gama rebaixado. Além de ser um clube tradicional, o presidente Roberto Dinamite não merecia passar por isso. O clube carioca vem flertando com o rebaixamento faz algum tempo e, se tivesse que cair, tinha que ter sido na gestão Eurico Miranda. Dinamite cometeu seus erros, porém, recebeu uma herança maldita e que se mostrou impossível de ser revertida em curto prazo. Cabe ao Vasco e aos vascaínos levantarem a cabeça e se espelharem no exemplo do Corinthians. Está mais do que provado que a queda para Série B não é o fim do mundo.

Imagens:

São Paulo – Agência VIPCOMM
Vasco da Gama – Marcelo de Jesus / globoesporte.com



4 comentários:

cesar afonço disse...

O São Paulo mereceu, até porque os outros times erraram demais e além do que foi o clube mais beneficiado por erros da arbitragem.

Essa fórmula por pontos corridos ainda não me agrada, seria muito mais emocionante se fosse mata mata.

O Vasco colheu o que plantou, fez um time medíocre no começo da temporada e o Dinamite que nada tem haver com isso pagou o pato.

vlw abs

www.newsfut.wordpress.com

Ricky_cord disse...

O São Paulo soube ser a equipa mais regular. Depois do Corinthians agora é o Vasco a descer. Os históricos estão a passar dias difíceis.

Everton Domingues disse...

Feliz 2009...
Desejos a Sabrina, Felipe e Samuel, assim como todos os amigos e leitores do Jornalismo Esportivo. Que o ano novo nos reserve muito esporte de qualidade. Quando puderem visitem o Beijing Olímpica que continua postando textos. Ah, criei agora tb o Vancouver Olímpica com assuntos relativos aos esportes de inverno já mirando Vancouver'2010.
Gde. abraço a todos!

Everton Domingues
www.beijingolimpica.blogspot.com e www.vancouverolimpica.blogspot.com

Maldita Futebol Clube disse...

belo 2009 pra todos ae...sucesso, luz, sorte e saúde...abraços em todos, e o vasco vai se reerguer esse ano!

BlogBlogs.Com.Br