sábado, 9 de agosto de 2008

João Derly deve trazer a primeira medalha para o Brasil

Por: Rafael Zito

"Após dois títulos mundiais, você fica visado e os adversários sabem como você gosta de lutar. Mas isso é um incentivo para treinar mais".

É com esse espírito que o judoca brasileiro João Derly entrará no tatame nesta madrugada de sábado para domingo em sua primeira participação em Jogos Olímpicos. O gaúcho, de 27 anos, é o maior favorito e os números o credenciam a isso. Ele sabe disso e, por isso, treinou e se preparou bastante para esse momento. Perder faz parte do esporte, ainda mais em alto nível, no entanto, se tivesse de fazer uma aposta diria que Derly trará a primeira medalha para o Brasil e, se tudo der certo, a medalha será dourada.

O principal adversário do brasileiro é o cubano Yordanis Arencibia, vice-campeão mundial em 2007. A estréia do judoca está marcada para a madrugada de sábado para domingo à 1h, contra o coreano Kim Joo-Jin. O brasileiro avançando lutará a semifinal por volta das 7h30 da manhã de domingo. Em caso de derrota, Derly volta ao tatame para disputar o bronze, às 8h15, porém, todos esperam que o brasileiro apareça na telinha às 8h30, horário da grande final e o momento de consagração caso Derly consiga confirmar seu favoritismo.

O Blogueiro que vos fala tem suas apostas e a primeira é essa que apresentei. Um atleta bi-campeão mundial (Cairo 2005 e Rio de Janeiro 2007). Ao chegar a Pequim, Derly deu mais uma demonstração de sua confiança mandando um recado para o cubano. “Se eu tivesse cruzado com ele, diria: 'Nos vemos na final'. Estou confiante. Meu objetivo em uma competição grande como essa é sempre o ouro. Fiz o meu melhor no treinamento. Agora é tentar conseguir essa medalha inédita pra mim”.

Imagem:
UOL Esportes

5 comentários:

Sabrina Machado disse...

Também aposto nesse cara, Rafa...

Vamos Derly!!!

Vou acompanha-lo na madruga das olimpíadas...

bjos

Agrupacion Tradicional River Plate disse...

Muy buen trabajo de Jornalismo Esportivo y felicitaciones por la
primer medalla. La de fútbol va a seguir siendo celeste y blanca.
Te invitamos que ingreses en www.tradicionalriver.com.ar a mirar el comentario sobre lo de Ortega de Diego de Salliqueló Gran teleteatro: puesta en escena
Un abrazo

Juan disse...

Felicitacións por ganhar a primeira medalla. Un gran informe.

Um saúdo.
http://marcador-deportivo.blogspot.com/

Bruno Pinto disse...

Por falar em judo, a portuguesa Telma Monteiro era candidata a uma medalha, mas defraudou as expectativas, tendo-se classificado apenas no 9º lugar. Foi pena, pois é uma rapariga cheia de talento. No judo, resta-nos agora o João Pina.

Felipe Simi disse...

Zito,

De tão prováveis, suas palavras esvaíram-se em pó. Como você, eu lamento demais pelo Derly, que não esperava nada de mais exceto corresponder à expectativa de todos nós, brasileiros. No final, chorou.

E a nós, agora, cabe reconhecer o espírito esportivo desse grande atleta que tão bem nos representou em Pequim.

Força, Derly. Um abraço, Zito.

BlogBlogs.Com.Br