quarta-feira, 9 de abril de 2008

Palestra Itália será o palco da segunda partida! E agora?

Por: Rafael Zito

Para começar essa discussão polêmica, primeiramente, irei responder a questão deixada no título. Vocês devem estar perguntando: e agora o que? Respondo: agora é a vez de o São Paulo reclamar. E com boa parcela de razão!

Nesta tarde de quarta-feira, a Federação Paulista de Futebol (FPF) confirmou o Palestra Itália como palco para a segunda partida da semifinal do Campeonato Paulista envolvendo Palmeiras e São Paulo. A decisão está respaldada nos laudos apresentados pela Polícia Militar, onde apresentam garantias de segurança nos três estádios sugeridos, no caso, o Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto, Santa Cruz, em Ribeirão Preto, e o próprio Palestra Itália.

O Palmeiras conseguiu o que desejava e, na minha opinião, está com a razão em querer jogar como mandante, em seu estádio. Defendo a tese de que os clubes têm por direito jogar em suas casas quando estiverem na condição de mandante, seja lá qual for à circunstância. No entanto, quem pensava que essa resolução resolveria o caso, se enganou. Resolveu-se uma questão, mas, com isso devemos ter problemas sérios na sequência.

Um torcedor do Palmeiras esteve hoje a tarde no estádio do Morumbi e adquiriu um ingresso de arquibancada, no setor vermelho, destinado para o visitante, portanto, Palmeiras, já que na primeira partida o mando é do Tricolor. Aí é que está o problema. A partir do momento que o São Paulo tomou ciência da decisão da FPF, os ingressos do setor vermelho pararam de ser comercializados para a torcida do Verdão.

A princípio o estádio estava dividido pela metade, ou seja, os torcedores do Palmeiras teriam a mesma quantidade de ingressos que os do São Paulo. Com a definição pelo Palestra Itália, a diretoria sãopaulina deve pleitear carga maior de ingressos, cedendo aos palmeirenses, apenas 10% dessa carga, quantia mínima estabelecida pela CBF. O problema é que os bilhetes já começaram a ser vendidos e, como já houve aquisições, as vendas não poderiam ser interrompidas pois estariam infringindo o Estatuto do Torcedor.

Mesmo assim, há uma possibilidade para que a questão seja resolvida. Para isso, seria necessário que o Palestra Itália também fosse divido em parte iguais para os torcedores. No entanto, devido a sua estrutura, é sabido que o campo do Palmeiras não apresenta condições para que essa medida seja tomada. O que deixaria os sãopaulinos com espaço reduzido nas arquibancadas.

Como já disse acima, concordo com o Palmeiras e acho que, por direito, devem jogar em seu estádio, mas, acredito que a PM deveria ter pensado em todas as consequências que sua decisão poderia acarretar. O que fazer para solucionar estes problemas? A princípio considero uma problemática de difícil solução e o São Paulo também está no seu direito de reclamar. E vocês leitores, o que acham dessa situação?

7 comentários:

gerson sicca disse...

Pra mim o jogo deve ser no estádio do Palmeiras mesmo. O MOrumbi não pode ter privilégio só pq é maior.
Abraço

gerson sicca disse...

Pessoal, estou fazendo uma campanha por uma boa causa. Preciso de votos para colocar um texto no livro do centenário do Inter.
Por favor, dêem uma olhada no blog e se gostarem votem no site www.centenariodointer.com.br. NO blog tem as orientações.
Abraço

Lucas Renato disse...

Bom, Rafael, pelo menos você não foi tendencioso em seu texto. E vou comentar só aqui, pois, pessoalmente, até que eu mude de idéia, não discuto mais futebol com você.

Sabe de quem é a culpa dessa pataquada toda? A Federação. Onde já se viu???Um time ganha oito partidas seguidas, tem o melhor ataque da competição, disparado o melhor saldo de gols e, assim, goza da vantagem dos empates. Aí vem uma decisão ridícula e manda esse time jogar duas vezes na casa do adversário?? Pra onde foi a vantagem desse time? Estão desconsiderando toda uma fase de jogos, batalhas e conquistas, o que é pior, favorecendo quem foi pior ao longo da competição. Nada mais justo que esse time jogar em sua casa.

Estou puto. Pelo menos o bom senso prevaleceu. Antes tarde do que nunca.

Passar bem, Fudencio. Compre sua cerveja, ou sua H2O se preferir, e torça pra algum dos outros três times. E torça sempre contra o meu. Sempre.

RDS disse...

Um comentario australiano:
Aqui o futebol deles e bem mais agressivo, ou seja, pegaram a bola? pulem em cima e dane-se.
Quanto a essa frescura de estadios... nao sei, prefiro o parque antartica, primeiro pq e do verdao mesmo, segundo q tem umas pizzarias otimas la por perto e a pastelaria brasileira q e o bicho.
Brincadeiras a parte, apesar de quase nunca entrar no blog pq esporte nao e minha praia, PARABENS, esses meninos (e menina) vao longe.
Pois e, nessa merda aqui nao tem acento e isso me irrita profundamente pq nao consigo dar o efeito necessario pras minhas frases e, se eu escrever em ingles, fica idiota pq os trocadilhos sao outros...
Raivas de lado, um abraco cruzando o oceano
Renan

RDS disse...

PS: quando chegar no brasil cobro uma grana pelo status de terem uma visita internacionalissima no site rsrs

Thiago Fagnani disse...

O São Paulo não tem d que reclamar!!
Não queria no interior e não queria no Palestra....assim fica fácil né??

Com relação aos torcedores, isso mostra mais uma vez a incopetência da FPF....mas creio que ela vai dar um jeito!!!

Sabrina Machado disse...

Só tenho uma coisa a dizer:

PALMEEEEEEEEIIIIRAAAAAAAASSSSSSSSS

não importa onde?????

BlogBlogs.Com.Br