sábado, 12 de janeiro de 2008

Arbitragem pronta para o Paulistão

Por: Rafael Zito

Na quarta-feira, dia 16 de janeiro, será dado o pontapé inicial do Campeonato Paulista. No momento, os clubes estão a todo vapor com contratações e pré-temporadas com trabalhos físicos, táticos e técnicos. Com os times se preparando e com a dinâmica de jogo cada vez maior, a arbitragem precisa acompanhar a evolução e desenvolver novos métodos de preparação para que os árbitros consigam administrar as partidas. Pensando nisso, a Federação Paulista de Futebol promoveu uma nova forma de preparação.

O presidente da Comissão Estadual de Arbitragem, Cel. Marcos Cabral de Moura Marinho, está satisfeito com o modelo aplicado na preparação da arbitragem do futebol paulista. “O aproveitamento foi muito melhor. Estamos realizando simulação com lances que ocorrem nos jogos para aperfeiçoar o trabalho dos nossos árbitros”.

A preparação da Série Ouro, equipe de árbitros que atua na Série A1, foi dividida em dois grupos de quinze, sendo que a primeira parte encerrou a preparação na segunda-feira passada. A pré-temporada dessa primeira leva de árbitros teve duração de seis dias, com início no dia 2 de janeiro. Na última terça-feira, os demais quinze árbitros do quadro principal realizaram os trabalhos específicos, dando prioridade à parte prática, novidade da preparação deste ano.

“Resolvemos focar a parte prática, com exercícios específicos para aprimorar nossa arbitragem. O diferencial deste ano é a participação dos jogadores na preparação dos árbitros e assistentes. Além de simular lances como o impedimento, no último dia da preparação do primeiro grupo houve um treino coletivo como se fosse um jogo”, explicou o Cel. Marinho.

Segundo o Cel. Marinho, a divisão das turmas foi realizada para que o aprendizado fosse mais eficaz. Com um número excessivo de pessoas a capacidade de absorção do conteúdo diminui. A preparação consta também de palestras e cursos para que o árbitro tome conhecimento total das regras do jogo.

De acordo com o Cel. Marinho, a utilização da radiocomunicação vai continuar assim como o trabalho de hidratação à base de energéticos. O trabalho com árbitros e assistentes da Série Ouro, também será realizada nas Séries Prata e Bronze, com árbitros que vão apitar as Séries A2 e a A3 do Campeonato Paulista.

Imagem: http://img.terra.com.br/i/2006/04/19/331520-9081-it.jpg

3 comentários:

Thiago Fagnani disse...

Só faltou ele dizer sobre a profissionalização dos árbitros, esse sim, na minha opinião, o maior problema da arbitragem brasileira.

Bom trabalho Rafael, cada dia que passa, esa criança está crescendo mais ainda!

Lucas Renato disse...

Porra, tá crescendo mais? Só se for pros lados! O Fudencio, apesar de não admitir, já está nos 3 dígitos na balança!

Rafa, parabéns pelo trabalho. Mas, com todo respeito ao Marinho, a arbitragem vai continuar do mesmo jeito de sempre, com lances polêmicos, com Arnaldo César Coelho comentando depois de já ter visto o lance 6 vezes...é isso. Todos os clubes vão poder elaborar uma série de erros contra eles ao final do Campeonato.

Mas tá valendo o esforço!!!!!!

Silvio disse...

É...tenho que admitir que o texto está bem elaborado, um trabalho de primeira.

Só o tema que não agrada hehehe, ta vendo...pré temporada...sem matéria, sem assunto, o jeito é falar da arbitragem mesmo heheh

Falow!!!

PS: Pronto, postei hauhauah

BlogBlogs.Com.Br