quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

O bom filho à casa torna

Por: Rafael Zito


Quem era Fernando Alonso antes da Renault? Quem era a Renault antes de Fernando Alonso? Após um ano de separação, equipe e piloto reatam um casamento que deu ao espanhol dois títulos mundiais e a escuderia francesa um status que havia perdido há mais de dez anos - a fabricante patrocinava a Benetton quando Michael Schumacher conquistou seu primeiro título mundial em 1994.

Na última segunda-feira, o chefão Flávio Briatore oficializou o retorno do asturiano e confirmou o brasileiro, Nelsinho Piquet, como os pilotos da equipe para 2008. Com Alonso ajudando no desenvolvimento do carro, a Renault tem tudo para fazer frente a McLaren e a Ferrari, tornando a disputa pelo título mais emocionante com o surgimento de mais uma equipe de ponta.

O próximo ano tem tudo para ser mais disputado. Além das três escuderias de ponta já citadas, vale ficar de olho na BMW, com os pilotos Nico Rosberg e Robert Kubica, que a cada ano evolui mais, e também estou na expectativa do trabalho da Honda, que contratou Ros Brown, estrategista da Ferrari nos seis títulos mundiais que Schumacher ganhou pela escuderia italiana. Com Brown à frente, a equipe japonesa pode surpreender e conseguir bons resultados.

Imagem:
Fernando Alonso e Flávio Briatore – Globoesporte.com

3 comentários:

Felipe Simi disse...

Concordo contigo, Rafael. Alonso está para a Renault assim como a F-1 está para emoção.

Um abraço!

Sabrina Machado disse...

Alonso = uma mala arrogante!

Lucas Renato disse...

Fala, o mega-master-ultra fudencio.

Mano: F-1 vai ter muita emoção em 2008. Mas bem que o Schumi podia voltar e o Senna, ressucitar.

BlogBlogs.Com.Br