quinta-feira, 30 de agosto de 2007

Brasil vence Uruguai e avança para a semifinal

Por: Rafael Zito

A esperança se mantém viva! O Brasil venceu o Uruguai com facilidade na noite desta quinta-feira. O primeiro tempo foi equilibrado, porém na segunda etapa nossa seleção impôs sua maior qualidade técnica e venceu com propriedade. O destaque brasileiro deste jogo foi o ala-armador Leandrinho Barbosa que anotou 32 pontos, ajudando na vitória por 96 a 62. No Uruguai o destaque fica para o ala-pivô Esteban Batista, que terminou o jogo com um double-double, 17 pontos e 10 rebotes.

No sábado a seleção tem o jogo da vida do Basquete Brasileiro. O adversário deve ser novamente os Argentinos, que derrotou nossa seleção neste Pré-Olímpico. É hora de dar o troco e fazer ressurgir nosso basquete no cenário mundial. É deixar de lado as críticas aos erros crônicos e levar a confiança e esperança na conquista desta vaga. O Brasil não vai aos jogos Olímpicos desde Atlanta-96, justamente por isso, não podemos perder mais um ciclo Olímpico. Chegou a hora de colocar o basquete novamente entre os esportes preferidos do nosso povo e isso depende de vocês.

Os amantes do Basquete e do esporte acreditam e confiam na capacidade técnica dessa geração. Salvem o Basquete!!! União, força, raça e determinação: VIVA O BRASIL!!!! Este final foi para homenagear Thiago Fagnani, o mais novo integrante da equipe Jornalismo Esportivo.


5 comentários:

Leandro Carneiro disse...

será que vale a pena o Brasil ganhar?
Muitas vezes me pergunto se realmente compensa torcer por esse time e continuar os mesmo de sempre no comando e nunca indo pra frente... mas será que se perder vai mudar? nunca mudou porque mudaria agora? o fato é que todos estao cansados de ver tanto o tecnico feminino quanto o masculino...
seja o que deus quiser daqui pra frente
se o dunga ganho a copa america
esse incompetente tambem pode ganhar no basquete
afinal hermanos são fregueses

Leo D disse...

Rafa,

a gente precisa mesmo ganhar! Precisamos correr atrás do tempo perdido. Em verdade, o basquete brasileiro é uma ilusão. Parece que o esporte ainda está fadado aos países onde o inverno existe, estação do ano em que foi criado. Apesar de nós mesmos jogarmos justamente no lugar onde o basquete foi inventado, não há recursos para tornar a nossa prática em nosso clube melhor. QUe dirá em tantos clubes por aí? É necessário que as pessoas dancem o basquete no Brasil da mesma forma que dançam o futebol. É essa mistura de música e esporte que faz sucesso aqui. O atacante samba, o pivô manda ver no quebra-nozes.

Abraço,
Leo

Douglas disse...

A seleção vem apresentando muitos altos e baixos não só na competição como um todo, mas mesmo dentro de uma mesma partida.
Ou eles se concentram e param de achar que são super astros quando estão ganhando ou vamos ficar fora de mais uma olimpiada.
A seleção já mostrou que não tem força de reação, então vamos esperar que eles consigam manter uma linearidade nos próximos jogos.
Parabéns pelo Blog Rafael, tá bem legal.

Lucas Renato disse...

Rafael, meu querido fudencio!
Uruguai, sinceramente, não tem uma equipe de respeito. Vencê-los é uma obrigação.
Vamos ver amanhã, muito provavelmente a Argentina, acho que o Brasil é favorito e, de maneira suada, vai chegar à final contra os donos da casa. E só. O que já é suficiente, né?

Pauliny disse...

Rafa, conversávamos sobre isso, né, primo... Agora é esperar para o Brasil não fazer como no outro jogo em que abriu 17 pontos (ou foram 14?) e se permitiu perder!
Espero que o título depois de amanhã seja algo assim: Brasil sobra no jogo e derrota los hermanos do basquete. Ou então: Brasil baila contra los hermanos em jogo emocionante.
Um beijo! E parabéns pelo projeto!
Pauliny.

BlogBlogs.Com.Br