terça-feira, 6 de julho de 2010

E agora, quem você prefere?

Por: André Pinheiro


Após a saída do técnico Dunga do comando da Seleção Brasileira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deve anunciar até o fim do mês de julho o novo treinador da equipe nacional. Muitos nomes estão sendo comentados, mas a torcida da maioria é que a vaga seja preenchida por Luís Felipe Scolari.

Comandante da equipe pentacampeã do mundo em 2002 na Copa do Japão e Coréia do Sul, Felipão é muito querido pelo povo brasileiro. Seu jeito sincero e espontâneo agrada grande parte dos brasileiros. O técnico também é o preferido de Ricardo Teixeira. Porém, o seu acordo verbal com o Palmeiras pode “atrasar” a sua ida para a Seleção.

Felipão não esconde em entrevistas que tem o sonho de dirigir a equipe canarinho na Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Ele é a pessoa mais indicada para assumir a responsabilidade de comandar o time na competição no país. Tem experiência, carisma e já foi campeão do mundo em 2002. Ainda não é o momento de dar uma oportunidade aos técnicos da nova geração, como é o caso de Dorival Júnior – que é um bom treinador. A responsabilidade é grande e a cobrança também será.

Quem está preocupado com essa história é o torcedor do Palmeiras, que infelizmente não deve ter o comandante do título da Copa Libertadores de 1999 no banco de reservas por muito tempo. Até acredito que Felipão não precise assumir a Seleção ainda este ano. Dá para esperar até o ano que vem, já que estamos garantidos no próximo Mundial por sermos sede.

Outro nome que agrada a CBF é o de Leonardo, ex-jogador do Flamengo e São Paulo, e que comandou como treinador o Milan – sem muito sucesso – na última temporada do futebol europeu. Leonardo seria treinador por no máximo dois anos e depois assumiria o cargo de diretor de futebol. Já nomes como Mano Menezes, do Corinthians, e Ricardo Gomes, do São Paulo, não me parecem serem os mais adequados.

O treinador corintiano faz um bom trabalho na equipe alvinegra, ao longo de quase três anos no comando, mas ainda precisa de mais experiência e aprovação do torcedor. Já Ricardo Gomes foi técnico da Seleção Brasileira Olímpica em 2004 e nem sequer classificou o país para a disputa das Olimpíadas de Atenas, mesmo tendo em mãos uma geração com Diego e Robinho. Além disso, ainda precisa de conquistas em solos brasileiros – tem títulos no futebol francês.

No caso de Vanderlei Luxemburgo e Muricy Ramalho, também especulados, acredito que são mínimas as chances do acerto ser concretizado, apesar dos dois treinadores terem grandes conquistas no currículo. Até mesmo Joel Santana sonha com essa vaga na Seleção. Já penso? Afinal, qual o seu favorito?
Foto: Abril.com

2 comentários:

CADERNO DE ESPORTES disse...

Boa tarde.Está afim de trocar de links eu add o link do seu blog e vc add o link do meu blog?
blz? add me manda um recado q eu add tbm
blz?
www.blogfutebolbonito.blogspot.com

Luís Felipe Barreiros disse...

Gostaria muito de que o Felipão comandasse a seleção, mas não acho possível.

Meus preferidos são Muricy e Paulo Autori.

Gostaria de uma parceria?

Abraço!
http://porforadogramado.blogspot.com/

BlogBlogs.Com.Br