sexta-feira, 8 de maio de 2009

A novela mexicana teve fim (ou não)

Por: Sabrina Machado


A Federação Mexicana anunciou que Chivas e San Luis não disputarão mais a Copa Libertadores deste ano. O São Paulo e o Nacional (URU), que não têm nada a ver com isso, agradecem. Ambos estão automaticamente classificados para as quartas-de-final do torneio Sul-Americano.

Agora eu me pergunto: precisava de tudo isso? Tentativa de partida na Colômbia, no Chile, no Paraná? Duas partidas no Morumbi? A solução era simples desde o início. A Conmebol deveria ter eliminado as duas equipes do torneio. Não se trata de uma atitude xenofóbica ou qualquer preconceito parecido, a questão é de saúde pública.

A saúde das pessoas está acima de qualquer prática esportiva. Os jogadores e comissão técnica do São Paulo e Nacional(URU) corriam perigo de adquirir a gripe suína. O México registrou 45 mortes até o momento, além de 1.364 infectados.

Resumindo: não era necessário esse enredo de novela mexicana para resolver o problema, que compete a Conmebol. Os são-paulinos respiram aliviados e avançam para a próxima fase, assistindo de camarote a partida que definirá seu adversário: Cruzeiro ou Universidad do Chile.

Partida única?

Após a decisão da Federação Mexicana, a Conmebol recuou, anunciando que a vaga será disputada em um jogo único, dia 20 de maio, em São Paulo e Montevidéu. No caso de empate nos 90 minutos o jogo iria diretamente para os pênaltis. Será que os mexicanos aceitarão jogar? E agora? Como terminará a trama? Aguarde as cenas do próximo capítulo!

Imagem:
Divulgação

4 comentários:

Persio Presotto disse...

sabrina, houve mudança na idéia. publiquei há pouco no meu blog. olha lá depois. beijo, pp

1982 Esporte Clube disse...

Apesar do comunicado da CSF, continuo acreditando que os mexicanos manterão a decisão. A não ser que a FIFA os ameace de uma punição. FORTE ABRAÇO!

yukitori disse...

Eu não acho nenhuma das duas opções justas para os times envolvidos. Mas é porque eu encaro a gripe suína como uma gripe comum. Matou gente? Gripe comum também.

Voltando ao assunto, já que vão fazer uma partida única, porque não faz duas logo de uma vez em SP e Montevidéu? Uma em cada semana. Eles tão vindo pra cá mesmo... uma saída já espalha vírus pra caramba. Escolhe um estádio diferente, sei lá. Mas partida única ou desistência não são boas alternativas.

Loucos por F-1 disse...

Não precisa disso tudo para resolver uma situação dessas. Pra mim, jogo único a solução para este problema. Uma pena a Federação Mexicana ter retirado as equipes da competição. São Paulo e Nacional agradecem.

Abraços!

Leandro Montianele

BlogBlogs.Com.Br