quarta-feira, 29 de outubro de 2008

O pior boxeador do mundo

Por: Felipe Simi


Enquanto as escuderias se aprontam, em Interlagos, para o decisivo Grande Prêmio de Fórmula 1; a Argentina se acostuma com Diego Maradona nas vezes de técnico da seleção; o Campeonato Brasileiro define, na 32ª rodada, os reais candidatos ao título; e Kaká torna-se, para a FIFA, o único brasileiro postulante ao prêmio de melhor jogador da temporada, o pior boxeador do mundo anunciou sua aposentadoria para a próxima sexta-feira (31/10).

Aos 39 anos, o britânico Peter Buckley perdeu 256 vezes em 299 lutas. E, apesar de ter sido derrotado 88 vezes seguidas nos últimos cinco anos, ele lutará pela 300ª vez. “Estava mirando esta marca”, conta. “É um objetivo que quero alcançar, mas não vou continuar depois disso.”

Nos Estados Unidos, um boxeador que perde mais de dez lutas consecutivas costuma perder sua licença. Preocupado, o comitê que cuida do esporte no país submeteu Buckley a uma bateria de exames médicos. Mas, até hoje, ele tinha passado em todos – e pôde, portanto, continuar lutando e perdendo, lutando e perdendo...

Pelo menos na sexta, ainda que perca outra vez, Peter certamente sairá do ringue mais ovacionado do que o campeão.

Imagem: Knockout Images

5 comentários:

Lucas Renato disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!!!

"O meu objetivo era perder 300 vezes."

Essa é demais. O Felipão, sabe que tem um time de futebol aqui no Brasil que também se gaba pelas marcas negativas.

Não preciso nem dizer quem é.

Abraços.

Warley Morbeck disse...

Bom dia

Hoje é um dia especial para nosso Blog. Hoje completamos 500.000 page views. Agradeço a todos os amigos que nos ajudaram e a todos os que ajudam a fazer a blogosfera e torná-la algo real, confiável e, principalmente, divertido.

Obrigado a todos. Visite o post comemorativo

http://flamengoeternamente.blogspot.com/2008/10/500000-page-views.html

Obrigado a todos

Warley Morbeck

lucas disse...

http:// todoxriver.blogspot.com

Felipe Moraes disse...

auehauheheuaheuahe

Que figura!

Abraço,
Felipe Moraes

Marcel Jabbour disse...

[Ligando o modo maldade]

Se servisse na F1, o Rubinho teria encerrado a carreira ainda nos anos 90!

[Desligando o modo maldade]

Muito boa, não tinha ouvido essa ainda!

Abraço!

diletra.blogspot.com

BlogBlogs.Com.Br