terça-feira, 8 de julho de 2008

Wimbledon, capital da Espanha

Por: Felipe Simi



Londres, 08 de julho de 2008. 0h45.

Faz pouco mais de 48 horas que tudo aconteceu. Não há ninguém na quadra agora. As poucas luzes que havia já se apagaram há muito tempo. O complexo inteiro está fechado. Mas há, de sobra, testemunhas vivas do que aconteceu lá no último domingo (06/07).

A epopéia durou exatamente 4 horas, 48 minutos e 62 games. Depois dela, Roger Federer e Rafael Nadal voltaram para seus países com expressões bem diferentes. Um extremamente triste. O outro, extremamente feliz.

Na Espanha, Nadal, de 22 anos, virou herói. “Vencer na grama já é especial”, declarou. “Vencer em Wimbledon então, para nós, espanhóis, é algo difícil de se imaginar. Foi, com certeza, a vitória mais emocionante da minha vida.”

Na Suíça, Federer, de 26, tornou-se vilão. Para jornais como o Basler Zeitung, Blik e Tribune de Geneve, o mito morreu na Inglaterra. Cabisbaixo, o próprio jogador admitiu que foi a pior derrota de sua carreira.

De quebra, deixou escapar o hexacampeonato, viu o rival abrir 270 pontos no ranking anual e não sabe quando vai voltar a jogar. Já Nadal debutou como campeão no All-England Club, reduziu para 545 a vantagem do suíço no ranking das últimas 52 semanas e já avisou que volta às quadras no final do mês, para o Masters do Canadá.

...

“Creio que testemunhei o maior jogo da história”

John McEnroe, 49 anos, venceu três e perdeu duas finais em Wimbledon, referindo-se à cruzada de Roger Federer e Rafael Nadal, vencida pelo espanhol por 6/4, 6/4, 6/7 (5/7), 6/7 (8/10) e 9/7.


Imagens: Getty Images/ AP

16 comentários:

CALIGULA disse...

Definitivamente parece que llegó el tiempo de Nadal.

Saludos de Buenos Aires.

Rafael Zito disse...

Simplesmente uma partida inesquecivel!!!

Me considero ums dos privilegiados por ter acompanhado game por game desse jogo histórico.

O "classico" Federer sucumbiu a "força" de Nadal. Estilos diferentes, mas, igualmente encantadores.

Pena q no tenis atual apenas os dois são diferenciados... Torço pra q o Djokovic ou outro tenista pelo menos imponha dificuldades aos dois.

Belo texto Felipe.

filomeno2006 disse...

Dos caballeros al estilo Stewart Granger sobre la pista

Net Esportes disse...

Muito bom o blog, bem diversificado e isso é excelente....

Jogo fantástico a final de Wimbledon, o Nadal aos poucos caminha pra ser número um do mundo e o Federer luta para manter o reinado, US Open sua última chance em 2008...... se não ganhar ele terá pouca motivação na Master Cup

abraço
volte sempre !!!
http://netesporte.blogspot.com/

Ricky_cord disse...

Não sou muito apreciados de ténis mas este deve ter sido realmente um bom jogo.

Breiller disse...

“Creio que testemunhei o maior jogo da história” [2]

Assino embaixo do que o McEnroe falou. Com certeza, o melhor jogo de tênis que já assisti. E acho difícil ter tido outro igual.

Rafael, também torço para que a corrida no ranking da ATP seja mais equilibrada. Mas acredito que o Djokovic já alcançou um nível excelente, capaz de fazer frente aos primeiros do ranking. Tanto que, só este ano, o sérvio já bateu tanto Nadal quanto Federer.

No entanto, esse equilíbrio se limita basicamente entre os três primeiros. Os outros top 10 ainda não competem de igual pra igual com os cabeças do ranking. Será que o Belucci chega lá? Hehe

Abraços.

Thiago Fagnani disse...

O ENCONTRO DE DOIS MUNDOS!

javu disse...

Gracias por pasar por mi blog Rafael. Ya terminé de ver los dos tuyos, muy interesantes. Si te interesa un intercambio de links pasate de nuevo, yo estaría encantado.

Saludos

javu disse...

P.D: tu blog es compartido, no sabía muy bien en donde contestarte...

Saludos

CÉLIO AQUINO disse...

RAFAEL BELO BLOG O SEU, ESPERO QUE NOSSA PARCERIA SEJA PROVEITOSA. O SEU BLOG JÁ ESTAR LINKADO . GRATO PELA ATENÇÃO.

Anônimo disse...

Don Federico Jiménez Losantos, muy contento por la victoria de Nadal

Sabrina Machado disse...

Além de td o Nadal é mais bonito...rsrsrs

Brincadeiras a parte...

Q jogo!!!

E q texto, Simi!


bjos

juanbostero92 disse...

Nadal es realmente impresionante. El mejor del mundo sin dudas pese a que no me cae muy bien, pero lo cierto es que merece el número uno del mundo y seguramente lo conseguirá muy pronto.

Federer sigue siendo un gran tenista pero ya no es el mismo de los años anteriores.

juanbostero92 disse...

Ah me olvidaba, gracias por pasar siempre por mi blog!

Seguimos en contacto.

SALUDOS ARGENTINOS!

Anônimo disse...

Nadal debería llevar el pelo un poco más corto......

Debora Ferreira disse...

oi felipe, tudo bm? Muito obrigada pela visita lá no blog... é claro que eu conheço o Jornalismo Esportivo... mas faz um tempinho que eu não venho aki!Bom, acho que tá na hora de voltar a faezr contato né... hehehe

BlogBlogs.Com.Br