quarta-feira, 4 de junho de 2008

A Incógnita

Por: Sabrina Machado


“O medo de perder tira a vontade de ganhar” - Vanderlei Luxemburgo

10 de maio de 1952. Tinguá, município de Nova Iguaçu, interior do Rio de Janeiro. Nascia Vanderlei da Silva, filho de Sebastião e Rosa. Desde pequeno, o menino teve um sonho: ser jogador de futebol.

No início, queria ser craque, artilheiro. “Eu quero ser atacante”! Mas, não conseguiu, foi escalado para a lateral esquerda. E não foi à toa.

Aos 11 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro e foi aprovado em um teste no Botafogo. Aos 12, teve a honra de participar de um jogo no Macaranã, mas do banco de reservas. Mesmo assim, ficou muito feliz em tirar uma foto no estádio.

Vitorioso no infantil do Botafogo, consagrou-se tri-campeão infantil (1968/69/70), o que lhe rendeu um convite para jogar no Flamengo, seu time do coração. Ficou na Gávea de 1971 a 78. Mas o sonho de ser um craque não foi concretizado.

O jogador Vanderlei foi conhecido apenas por atuar ao lado de craques como Junior, Falcão, Figueroa, Carpegiani, entre outros.

Mas, não satisfeito em ser jogador. Decidiu partir para o outro lado da linha dos gramados. E, em 1983 iniciou sua carreira como técnico de futebol no Campo Grande-Rj.

Resultado como técnico...

Recordista de títulos do campeonato brasileiro, no total, foram cinco (até agora). Campeão da Copa do Brasil, Copa América, Paulista, Mineiro... (desculpe leitor, mas não vou listar todos).Treinou muitas equipes importantes do futebol nacional, além do Real Madrid.

CPI, Seleção Brasileira, falsidade ideológica, títulos, dinheiro. Você já viu o nome dele envolvido com esses assuntos tão díspares?

Nos próximos dias, ele pode deixar o clube que está atuando por causa de uma proposta do Lyon da França. O técnico se diz profissional e se tem uma multa no contrato, o mesmo pode ser quebrado por ambas as partes.

Alguém prevê o resultado dessa história?

O que diria hoje, o garotinho que apenas queria estar no futebol ao Sr. Vanderlei Luxemburgo?

Imagem:
www.luxemburgo.com.br

3 comentários:

Lucas Renato disse...

Luxemburgo, claro, foi o melhor técnico que eu vi.
As coisas que ele faz, olha... Tem que ser um pouco louco mesmo. Torcço muito pra ele ficar no Palmeiras por muito tempo. Ele é o cara. O clube mais representativo da carreira do Luxa, pelo menos até hoje, é óbvio, o Palmeiras.

Isso me deixa muito feliz.

Thiago Fagnani disse...

Um grande profisisonal.
Um mito como técnico!!

Rafael Zito disse...

A frase q vc inicia seu texto é perfeita e significativa! Realmente a frase mais marcante do Luxemburgo.

Como jogador foi no maximo mediano. Como técnico foi, é e ainda continua sendo o melhor do brasil... a quantidade de titulos aponta isso!

Olha só heim... o q as aulas da materia optativa q estah na grade de forma incoerente faz com as pessoas... Mais um perfil e de bastante qualidade.

bjo Sá

BlogBlogs.Com.Br