segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Futebol:

As semifinais da Taça Guanabara agitaram o final de semana no Rio de Janeiro. No sábado, Botafogo e Fluminense se enfrentaram e o time da estrela solitária garantiu vaga na final com uma vitória por 2 a 0. O clássico vovô deixou evidente os momentos distintos dos dois clubes: enquanto o Fogão aposta no conjunto, o Tricolor mostrou-se desorganizado e sem padrão de jogo.

Interessante da declaração do técnico Renato Gaúcho, que explicou a retirada de Dodô, que integrava o trio com Leandro Amaral e Washington, dizendo que contra uma equipe grande não poderia perder o meio-campo como havia ocorrido contra os pequenos. Fica uma pergunta então: Antes do clássico, o Fluminense fez oito jogos e, em todas as partidas, atuou com três atacantes. Se o próprio treinador percebeu que estava perdendo o meio-campo com essa formação por que não modificou antes da semifinal para preparar melhor a equipe? A resposta foi dada em campo: eliminação!

Na segunda semifinal, Flamengo e Vasco fizeram neste domingo o popular clássico dos milhões. O Rubro-Negro avançou à grande decisão após bater o rival por 2 a 1. A partida marcou a reestréia de Edmundo, que em minha modesta opinião, está fazendo hora extra. O jogador pouco produziu e ainda perdeu um pênalti. Os palmeirenses devem estar dando pulos de alegria porque não estão mais reféns dele. O Flamengo comprovou em campo seu favoritismo e fará uma final com um Botafogo que também foi merecedor da vaga.

Imagens:
Wellington Paulista - oglobo.globo.com/esportes
Fábio Luciano - UOL Esportes

3 comentários:

Thiago Fagnani disse...

Flamengo favorito, certeza!

Lucas Renato disse...

Fala, o fudencio, como é que tá?

Parece que combina FLAMENGO-DECISÃO-MARACANÃ!

Os caras são bons, verdade seja dita!!

E a torcida do fogão...fanática mas cabe no Imirim!!1

beijos

Felipe Simi disse...

Hahahahaha!!! Boa essa da torcida do Botafogo, meu caro Lucas. Mas, se eu fosse o Joel Santana, não menosprezaria o potencial tático do Bota, não. Hoje em dia, para ser campeão não basta ter camisa.

Valeu, Zito.

BlogBlogs.Com.Br