quarta-feira, 28 de novembro de 2007

A velha Fonte Nova

Por: Carlos Eduardo

Após a tragédia ocorrida no último domingo (25), durante o empate entre Bahia(BA) e Vila Nova(GO), pela Série C do Brasileirão, o Estádio da Fonte Nova será demolido.

Na ocasião, mais de 60 mil pessoas foram assistir à partida que definiu a subida do clube baiano à segunda divisão, quando, por volta dos 35 minutos do segundo tempo, parte do anel superior da arquibancada cedeu, provocando a queda de dezenas de torcedores de uma altura de 20 metros. Sete pessoas morreram e mais de 40 ficaram feridas.

A decisão de implodir o estádio foi anunciada ontem pelo governador da Bahia, Jaques Wagner. No local, será construída uma moderna arena esportiva em parceria com uma empresa privada que arcará com todos os custos e terá direito de explorar a praça esportiva. A estimativa é que sejam investidos entre R$300 e R$350 milhões no novo estádio, sem nenhum gasto para os cofres públicos.

Ainda ontem, a Fifa informou que o acidente não afeta a nomeação do Brasil como sede da Copa de 2014, já que a Fonte Nova não havia sido vistoriada, porém, a tragédia acende um sinal de alerta para que se tomem precauções, com o objetivo de que outros casos como este não se repitam.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai pagar uma indenização de R$25 mil aos parentes das sete pessoas que morreram na tarde do último domingo. Já a maior parte dos feridos não deve receber nenhuma ajuda financeira da entidade, que vai oferecer R$20 mil somente a quem ficar inválido para sempre em decorrência do acidente.

Outros acidentes em estádios brasileiros

Em 1992, na final do Campeonato Brasileiro, disputada entre Flamengo e Botafogo, o gradil da arquibancada do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), caiu sobre as cadeiras azuis. Três pessoas morreram.

Em 2000, em outra final, dessa vez da Copa João Havelange, o alambrado do Estádio São Januário desabou durante o jogo entre São Caetano e Vasco, no Rio de Janeiro. O acidente deixou 140 pessoas feridas.

Confira a cobertura da Rede Globo, que foi ao ar na última segunda-feira, sobre a tragédia da Fonte Nova, com imagens também dos acidentes no Maracanã e em São Januário.


A imagem que fica

O Estádio Octávio Mangabeira, a Fonte Nova, foi inaugurado em 1951, no jogo Botafogo (BA) 1 x 1 Guarany (BA) e já abrigou mais de 300 edições do Ba-Vi, clássico de maior tradição do futebol baiano que envolve os clubes do Bahia e do Vitória.

A demolição do estádio foi anunciada, mas a data ainda não foi divulgada. A Fonte Nova deixa muito mais imagens de alegria do que de tristeza nesses 56 anos de história e sai do cenário brasileiro servindo de lição para que os dirigentes do nosso futebol preservem nossos patrimônios e a vida dos nossos apaixonados torcedores.

Imagem: Globoesporte.com

4 comentários:

Sabrina Machado disse...

Fiscalização!!!!!!!!!!!

bom texto Fanfa...

Parabéns, jornalista!

Thiago Fagnani disse...

Bela apuração!!

Abraços

Rafael Zito disse...

Não poderia esperar outra coisa de vc.

Carlos Eduardo eh sinonimo de qualidade!!!

Parabens. Isso sim eh q eh jornalismo.

Lucas Renato disse...

A foto está perfeita. Mostra direitinho o estado deplorável da Fone Velha, como diriao Juca Kfouri.

BlogBlogs.Com.Br