domingo, 4 de novembro de 2007

"Penta único"?

Por: Rafael Zito

Na última quarta-feira, 31 de Outubro, o São Paulo se sagrou pentacampeão Brasileiro. Até aí nada a contestar, pelo contrário, o título foi mais do que merecido. No entanto, uma polêmica veio à tona no dia seguinte a conquista Tricolor. A diretoria sãopaulina e o fornecedor de material esportivo criaram uma camiseta comemorativa, com os seguintes dizeres: “Penta único”. Isso foi motivo de muitas discussões na mídia esportiva e vários argumentos foram colocados. O ponto de discordância tem início em 1987, ano em que dois clubes foram proclamados campeões nacionais.

Em 1987, alguns clubes insatisfeitos com a administração da CBF decidiram criar o Clube dos 13. A conseqüência disso foi à elaboração de um Campeonato Nacional organizado por esta nova entidade, foi aí que surgiu a Copa União. Na época, o presidente do Clube dos 13 era o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar e, o time paulista, era um dos mais descontentes com a direção da CBF na época.

Para legitimar esta competição, a nova entidade entrou em acordo com a CBF e foram criados dois módulos. No módulo verde ficaram os clubes filiados ao Clube dos 13 (Vasco, Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Flamengo, Santos, Fluminense, Botafogo, Atlético/MG, Cruzeiro, Inter, Grêmio e Bahia), e para completar 16, foram convidados mais três clubes: Santa Cruz, Goiás e Coritiba. No módulo amarelo, foram colocados os clubes que não se rebelaram contra a CBF, entre eles Sport e Guarani. A campeão da Copa União foi o Flamengo, enquanto, o campeão da competição organizada pela CBF foi o Sport.

A polêmica criada vem do fato da CBF decretar que o São Paulo receberá a pose definitiva da Taça, que segundo regulamento seria concedida ao primeiro pentacampeão. Nada contra a conquista sãopaulina, porém, sua direitoria não deveria negar o passado, onde foi um dos principais idealizadores do Clube dos 13 e da Copa União, tendo fundamental participação no acordo feito entre os afiliados da entidade, onde o campeão do módulo verde não cruzaria com o do módulo amarelo. Assim como o São Paulo, o Flamengo também é um legítimo pentacampeão Brasileiro. Não se pode negar a história e, infelizmente, por conveniência a diretoria do clube paulista esquece a importância que teve em tudo que ocorreu no futebol brasileiro em 1987.

O craque Zico, em entrevista ao site globo.com deu sua opinião sobre esta questão. "Na época havia uma briga entre o Clube dos 13, que tinha o presidente do São Paulo como articulador, e a CBF. Acho essa história de São Paulo primeiro pentacampeão uma grande palhaçada. Não pelo clube, que conquistou no campo os títulos e merece todo o respeito porque venceu este ano com sobras. O problema é que essa confusão, para variar, foi criada por dirigentes, e agora os do time paulista".

Um comentário:

Rafael disse...

A taça é desculpa. Em 1992 Júnior foi o último capitão a levantar a taça das bolinhas, pois o Flamengo conquistava seu 5º campeonato brasileiro.

Em 1993, a CBF colocou outra taça pro Palmeiras.

A camisa Penta único, só mostra o mau-caráter dos dirigentes são-paulinos.

BlogBlogs.Com.Br