quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Seleção joga bem com boa atuação de Ronaldinho Gaúcho

Por: Rafael Zito

Nos últimos tempos, os amistosos da seleção brasileira são jogos chatos e que acrescentam pouco na preparação da equipe para o que realmente importa, no caso, as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. No entanto, nesta quarta-feira o selecionado canarinho entrou em campo para enfrentar o México, e depois de muito tempo, apresentou um bom futebol. Um vasto repertório de belas jogadas, triangulações e passes perfeitos. Fazia tempo que a seleção brasileira não mostrava, um pouco, do verdadeiro futebol brasileiro.

Este jogo deixou algumas tendências do pensamento de Dunga para o início da competição Sul-Americana. Ficou claro que o treinador não abrirá mão do trio Ronaldinho Gaúcho, Kaká e Robinho, e seria um louco se abrisse! Porém, algumas dúvidas ainda são evidentes. Quem será o goleiro? Quais serão os laterais? E o centroavante? Fora essas questões, a seleção está praticamente escalada para a abertura das Eliminatórias contra a Colômbia, em Bogotá.

No jogo contra os Estados Unidos, jogou Afonso; já frente ao México, o avante foi Vagner Love. Ambos não agradaram ao técnico, tanto que, na metade do segundo tempo diante da seleção mexicana, Dunga sacou Vagner e colocou Elano, liberando ainda mais o trio, jogando Kaká para a posição de centroavante. Esta formação deve ser olhada com carinho pelo comandante brasileiro, já que nesta posição há carência de valores.

O destaque brasileiro foi Ronaldinho Gaúcho. O jogador do Barcelona voltou a participar bem em um jogo do Brasil, como há muito tempo não acontecia. Chamou o jogo, distribuiu lançamentos precisos e ainda fez tabelas rápidas com Kaká e Robinho. Jogou e fez o time jogar! O torcedor brasileiro espera que o craque dê seqüência a estas atuações com a camisa amarelinha!
Imagem:
http://esportes.terra.com.br/

4 comentários:

Thiago Fagnani disse...

será que agora vai?

Muito pertinente seus comentarios Rafa!!

Abraços

Sabrina Machado disse...

eu gostei mto dessa seleção, viu!!!

o toque de bola do gaúcho...

isso sim é um toque refinado!!!

belo texto Zito

Paula Miguel disse...

VAIIII GAÚCHOOOO...VAI ZITOOO hhahahahahahahah

Bjus, queridosss! ;)

Lucas Renato disse...

Nesta seleção, com Robrinho, Kaká e Gaúcho, o time fica leve. Joga fácil. Mas sinto a falta de um definidor. Infelizmente, o Vagner Love mostrou que, ainda, não está apto a jogar na seleção.
Elano, pra mim, é outro que não mostrou a que veio.

O importante é achar esse matador. Pode ser o Fenômeno, desde que ele esteja em forma e focado, o que é difícil. Se o garoto Nilmar voltar a jogar bem, pode ser um nome. Fred também.
Outra missão pro Dunga. Fortalecer a zaga. Tem que dar um jeito de sofrer poucos gols, como o São Paulo. Aí o Ataque resolve.

BlogBlogs.Com.Br